Psicologia Positiva

Em 2019, aja mais!

Parece clichê e talvez seja mesmo, mas dizer que o final do ano nos leva à uma reflexão é a mais pura verdade.

2019.gif

E além de analisar como foi o ano que se foi, abrimos também espaço para planejarmos o próximo.

Ao programar nossas metas e PRINCIPALMENTE, agirmos para tirá-las do papel, podemos:

  • Aumentar nossa autoconfiança
  • Aumentar nossa motivação para agir mais
  • Ter mais orgulho de nossas conquistas
  • Desenvolver novas habilidades
  • Ter mais foco em solução e resultados
  • Encontrar a felicidade no caminho e não no final do arco-íris
  • Ter recompensas (resultados positivos)
  • Aprender e evoluir de forma contínua, sem desculpas
  • Criar a nossa própria realidade.
  • Ter uma vida com sentido/propósito

Isso porque, assumimos o controle de nossas vidas e saímos da posição de vítima. Quando a gente assume este controle, aumentamos a nossa chance de sucesso, uma vez que nos tornamos responsáveis pelas nossas ações e por consequência nossos resultados.

Você já realizou algum sonho? Lembra da sensação?

doing.gif

Pois você pode senti-la com mais frequência a partir do momento que você age mais.

Talvez ser ariana tenha alguma influência na minha agitação para resolver coisas. Eu sempre gostei de ter controle da minha mente e minhas ações. Nem tudo sai como eu planejo, e tudo bem! Porque eu sei, que posso aprender com as situações e pensar em novas soluções.

Quando eu tinha 15 anos, eu viajei para a Disney pela 1ª vez. Nem preciso dizer que fiquei encantada com tudo. Mas o que mais me chamou atenção, foi que tinham brasileiros trabalhando lá. Eu como não sou boba, nem nada, já fui logo perguntando para uma pessoa, como ela tinha feito para trabalhar na Disney. Ela me respondeu que eu precisaria falar inglês, ter mais de 18 anos, estar na faculdade e passar no processo seletivo.

Naquela época, eu só tinha o inglês da escola. E o que eu fiz?

Me programei.

Voltei de viagem e já fui pesquisar escolas de inglês perto de casa, para convencer meu pai que eu precisava me tornar fluente para ter boas oportunidades de trabalho.

Além disso, coloquei na minha cabeça que aos 18 anos, iria trabalhar na Disney.

Tinha 3 anos para: falar inglês fluente, entrar para faculdade e juntar um pouco de dinheiro.

Aos 18 anos, eu já tinha feito todo o meu planejamento acontecer, tudo o que estava nas minhas mãos, eu fiz, porém, a 1ª etapa do processo seletivo caiu justamente em um dia que eu não poderia participar.

O que eu fiz?

Reprogramei.

Ao invés de trabalhar na Disney com 18, eu me preparei mais um ano e aos 19, fiz todo o processo seletivo, passei e no final do ano estava com as malas prontas.

E o que eu quero dizer com essa história?

wishes.gifSe você sonha, você pode realizar (Walt Disney), mas se eu não tivesse me preparado para o meu sonho, e reajustado o prazo de conclusão, eu não teria tido sucesso.

Foi fácil gerenciar a ansiedade? Nem sempre. Mas tinha muita clareza do que eu queria, e AGI.

Todos nós temos rompantes de ação, mas tem pessoas que notoriamente se destacam.

Como por exemplo Christian Barbosa, autor do livro A Tríade do Tempo,

Nathalia Arcuri, criadora do canal Me Poupe!

Flávio Augusto – meu maior ídolo, já falei um pouco dele aqui, autor do livro Ponto de Inflexão,

Além das figurinhas carimbadas: Richard Branson, proprietário da Virgin Records, o próprio Walt Disney, Jeff Bezos CEO da Amazon e Oprah Winfrey.

O sucesso exige mais, e são poucas pessoas que estão dispostas a pagarem o preço por ele.

Isso porque, quando começamos a sair da nossa zona de conforto (e é fora dela que a gente encontra o sucesso, veja mais aqui) nosso cérebro começa a querer poupar nossa energia e nos defender de situações estressantes e/ou que nos dão medo, assim, muitas vezes deixamos de agir fora da ZC, para ter uma tarefa mais recompensadora, como por exemplo, ficar tranquila, sem se preocupar em sair do modo automático de viver.

Outro ponto, é fritar demais nossa mente com planos e muitas ideias e não colocar nada em prática.

planning.gif

Planejar é muito mais fácil e menos trabalhoso do que colocar a mão na massa.

Então, tem gente, que no final do ano, faz VÁRIOS planos, mas logo engaveta e esquece de se esforçar para colher os resultados.

E pode acontecer também, de você mesmo se desacreditar: AH! não vou nem começar, porque eu sei que eu não vou conseguir 🙁

Se a gente não age, não tira os planos do papel, podemos desenvolver:

  • Baixa autoconfiança
  • Pouca execução
  • Uma vida sem sentido
  • Desperdício de vida e tempo
  • Uma vida focada na escassez
  • Pouco desenvolvimento pessoal e profissional
  • Desequilíbrio nas áreas da vida.

Sabe o que você pode fazer para tomar controle da sua vida novamente?

Pode usar a pirâmide do sucesso (veja aqui), ou mesmo, definir uma intenção de ação.

A intenção de ação, é quando a gente define:

  • O que vamos fazer
  • Quando vamos fazer
  • Onde vamos fazer

E também, mapeamos quais são as alternativas que teremos para ter o mesmo resultado se acontecer algum imprevisto no caminho.

Quando externamos esses detalhes, aumentamos a nossa chance de realização! Pois condicionamos o nosso cérebro para ação.

E mais importante, lembre-se que cada ação tem que ser um passinho para fora da zona de conforto, e não um pulão, ok?!

Quando resolvi trabalhar na Disney, eu dei um passo de cada vez, assim, não congelei de medo ao pensar que iria morar fora, trabalhando em uma das maiores empresas do mundo.

Então, dê um passo de cada vez, usando a intenção de ação. Quando você perceber, você terá realizado vários objetivos.

Aqui no blog, você também pode encontrar várias formas de vencer sua mente e ir para ação. Nem sempre vai ser fácil, mas é super possível!

Basta acreditar e agir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.